Advogada do @socioambiental • Defensora de Direitos Humanos • Direitos Indígenas e Quilombolas • Amazônia • Liberdade • LUTA!
Saudações pessoas! Nesse episódio do Viracasacas trazemos Juliana Batista, advogada no Instituto Socioambiental, e Gustavo Faleiros , jornalista e editor do site InfoAmazônia, para uma conversa sobre a destruição da política ambiental brasileira e o avanço do garimpo nas terras indígenas. Se há uma promessa de campanha da qual Jair Bolsonaro não se esqueceu foi a de colocar sob fogo cerrado (literalmente) o patrimônio natural brasileiro. Começamos discutindo como as canetas do Presidente da República e de seu anti-ministro Ricardo Salles erodiram com rapidez assustadora um legado de décadas de política ambiental no Brasil. Conselhos participativos foram transformados em clubes de amigos, diretrizes implementadas desde o período da Ditadura Militar esquecidas em prol de memes e negaciosismo científico. Essa destruição se dá em paralelo com a erosão da independência funcional de setores importantes do judiciário e o aparelhamento de órgãos como a FUNAI e o ICMBio através da nomeação de diretores e chefes pouco comprometidos com a missão dessas instituições. O resultado é uma onda sem precedentes de desmatamento, garimpo e incêndios florestais, e a consolidação do “agro” como uma força política que se sustenta pelo constante esforço de apropriação de terras públicas – mais do que pela bem sucedida agroindústria brasileira. O garimpo promete ampliar sua destruição sem precedentes, trazendo contaminação de solos, espécies comestíveis e água com mercúrio. A promessa de “explorar as riquezas” da Amazônia feita pelo presidente em sua campanha (e repetida no embaraçoso encontro com Al Gore) se traduz no seguinte cenário: garimpeiros precarizados operando ilegalmente em terras indígenas, em posse de maquinários caríssimos, a mando de políticos e empresários que contrabandeiam todo o ouro para fora do país com a absoluta conivência do Estado Brasileiro. Diante da destruição organizada do país, as elites brasileiras continuam enchendo os bolsos e almejando aquela passagem só de ida para a Flórida ou Portugal.
O tema do Estúdio CBN, desta terça-feira, é a pandemia do coronavírus em comunidades indígenas. Luiz Eloy Terena, advogado indígena Terena, e Juliana de Paula Batista, advogada do ISA (Instituto Socioambiental), são os convidados para falar sobre o assunto. Dados da Articulação dos Povos Indígenas mostram que 501 deles já morreram por Covid-19 e 131 povos foram afetados em todo o país.
O tema do Estúdio CBN, desta terça-feira, é a pandemia do coronavírus em comunidades indígenas. Luiz Eloy Terena, advogado indígena Terena, e Juliana de Paula Batista, advogada do ISA (Instituto Socioambiental), são os convidados para falar sobre o assunto. Dados da Articulação dos Povos Indígenas mostram que 501 deles já morreram por Covid-19 e 131 povos foram afetados em todo o país.
Share Profile
Are you Juliana Batista? Verify and edit this page to your liking.

Share This Creator

Recommendation sent

Join Podchaser to...

  • Rate podcasts and episodes
  • Follow podcasts and creators
  • Create podcast and episode lists
  • & much more

Creator Details

Location
Brasília, Distrito Federal, Brazil
Episode Count
3
Podcast Count
3
Total Airtime
3 hours, 25 minutes
PCID
Podchaser Creator ID logo 638992